Autenticação






Março 2014

2013 foi o melhor ano de sempre nos portos nacionais

2013 foi o melhor ano de sempre nos portos nacionaisOs sete principais portos do continente registaram, em 2013, “o maior valor anual de sempre” de mercadorias movimentadas, anunciou o IMT – Instituto da Mobilidade e Transportes. No total, atingiu-se cerca de 79,3 milhões de toneladas movimentadas, a que corresponde um aumento de 16,7 por cento em relação a 2012. O crescimento mais significativo registou-se no porto de Sines, (+27,8%), seguindo-se o porto de Aveiro, Figueira da Foz e Setúbal, com taxas de crescimento de 19,2 por cento, 18 por cento e 15,7 por cento, respetivamente.

Nos portos de Lisboa e de Leixões estes indicadores são de 8,2 por cento e 3,4 por cento, respetivamente. No posicionamento relativo destaca-se o porto de Sines cujo movimento global representa 46,1 por cento do total dos portos em análise, tendo reforçado essa posição, aumentando 4,1 pontos percentuais relativamente a 2012. Já o movimento de contentores registou “uma evolução ainda mais expressiva”, refere o IMT, com um aumento em TEU de 25,8 por cento, relativamente a 2012, “sublinhando-se, para este indicador, a contribuição do porto de Sines, com 68,3 por cento e do porto de Setúbal com 43 por cento”.

Ao nível do número de navios que escalaram os principais portos do Continente, verificou-se um crescimento de 8,1 por cento, associado a um aumento de 18,3 por cento em GT (Gross Tonnage). O aumento global da carga movimentada reflete aumentos em todas as classes, sendo mais significativo o registado na carga geral, com um aumento de 28,4 por cento relativamente a 2012 (com a carga contentorizada a crescer +30,8%), sendo que os granéis líquidos cresceram 15 por cento e os sólidos 1,5 por cento.
Ler mais/Fonte: transportesemrevista.com

 

ZENITH junta-se ao Spindrift Racing

ZENITH junta-se ao Spindrift RacingA Zenith torna-se a Cronometrista Oficial da equipa Spindrift e do maior trimarã de corrida oceânica do mundo e espera assim contribuir para bater recordes importantes, incluindo a travessia do Atlântico Norte, as 24 horas de navegação e a Route du Rhum. Esta é uma ocasião única para a marca com a estrela acompanhar novamente uma extraordinária aventura humana e exprimir os seus valores – Autenticidade, Audácia e Prazer – através de um projeto altamente tecnológico.

Incentivar o verdadeiro espírito empreendedor, superar os limites, agora e sempre. Tentar atingir constantemente a perfeição, conquistar novos espaços, mostrar-se ousado. Desde a sua criação que a Manufatura Zenith cultiva esta capacidade de olhar mais além e explorar novos horizontes e isto permitiu-lhe acompanhar algumas das mais extraordinárias aventuras humanas ou partilhar o destino de personalidades excecionais.

De Louis Blériot a Felix Baumgartner, a Zenith deixou a sua marca na história da aviação e do espaço. Ao ritmar os passos de Gandhi, a Manufatura atravessou a história. Ao equipar vários exploradores, contribuiu para grandes avanços. Tantas epopeias fabulosas, partes integrantes do património desta marca que influenciam o espírito que a inspira.
Ler mais/Fonte: nauticapress.com

 

Turquia e Estados Unidos patrocinam barco para Volvo Ocean Race

Turquia e Estados Unidos patrocinam barco para Volvo Ocean RaceIstambul , Turquia – O barco Alvimedica disputará a Volvo Ocean Race 2014-15. O veleiro, patrocinado por uma empresa de medicina turca e idealizado por dois norte-americanos, é o quinto confirmado para a Volta ao Mundo, que começa em outubro deste ano. No anúncio oficial, que ocorreu nesta quinta-feira (30), em Istambul, sede da companhia, os idealizadores definiram que o time terá atletas de até 30 anos apenas. O novo barco da regata é nada mais nada menos que um sonho de dois jovens fanáticos pela vela oceânica: Mark Towill e Charlie Enright. Os norte-americanos, do Havaí e de Rhode Island, respectivamente, se conheceram num set de filmagens para um longa metragem da Disney e, desde então, dividiram o sonho de correr a Volvo Ocean Race.

Nas gravações do filme Morning Light, em 2007, os dois recorreram a veteranos de Volvo Ocean Race, como Mike Sanderson e Jerry Kirby para ter subsídios para o longa, que contou a história de uma travessia pelo Oceano Pacífico. “Nós nos conhecemos durante a preparação do filme e o sonho começou a tomar forma. Os veteranos da regata montaram a base do projeto pra gente”, disse Charlie Enright. “Tudo isso nos serviu de motivação”, acrescentou Mark Towill, que ao lado do parceiro Charlie Enright montou a All-American Ocean Race, que tem sede em Rhode Island, uma das paradas da Volvo Ocean Race. “Não foi fácil chegar até aqui, mesmo com a realização do filme da Disney. Tentamos viabilizar essa campanha por bastante tempo. Também tivemos muita ajuda de muitas pessoas que fizeram nosso sonho se tornar realidade”.

O sonho, literalmente, começou a ganhar forma em 2011, quando o CEO da Volvo Ocean Race, Knut Frostad, convidou os jovens velejadores para assistir a largada da regata passada, em Alicante, na Espanha. Motivados, os dois deixaram compromissos e foram atrás dos patrocinadores, chegando num denominador comum, a Alvimedica. O objetivo da empresa é dominar o mercado global de tecnologia médica e a Volvo Ocean Race é um dos caminhos. O próximo passo da equipe Alvimedica será testar os atletas no mar. “Vamos recrutar velejadores jovens dos Estados Unidos inicialmente e depois abrir o leque para os estrangeiros, incluindo Turquia e Itália”, disse Mark Towill, que será um dos tripulante do Alvimedia. O comandante será Charlie Enright.
Ler mais/Fonte: murillonovaes.com

 

 

Produtos

banner_facebook_web