Autenticação






Abril 2015

Sines recebe um dos maiores navios porta contentores em operação

Sines recebe um dos maiores navios porta contentores em operaçãoNo passado dia 22 de março a PSA Sines operou o maior navio porta contentores que alguma vez fez escala no terminal de contentores de Sines, no Terminal XXI. O navio EVELYN MAERSK é um mega porta contentores que atinge quase os 400 m de comprimento, 56 m de boca e um calado de 16 m. Tem uma capacidade de transporte de 14.770 TEUs, dos quais 1286 contentores refrigerados.

Sines foi o seu primeiro porto de escala na Europa, tendo partido da Malásia a 6 de Março, seguindo-se agora uma escala no porto de Le Havre. Desde Janeiro deste ano que os serviços efetuados no âmbito da Aliança 2M entre os armadores MSC e Maersk, começaram a fazer escala no Terminal de Contentores de Sines, sendo expectável que tal contribua para um incremento nos volumes de carga manuseados.

O aumento na quantidade e frequência de serviços das linhas de navegação que fazem escala no Terminal de Contentores de Sines será benéfico para os exportadores Portugueses, dotando-os assim de um acesso atempado e de baixo custo aos mercados internacionais. Neste contexto, o porto de Sines ficaria também beneficiado com ligações ferroviárias diretas ao interior da Península Ibérica.
Ler mais/Fonte: revistademarinha.com

 

Nazaré acolhe apresentação pública e lançamento do Wave Glider

Nazaré acolhe apresentação pública e lançamento do Wave GliderRealizou-se dia 27 de março, no auditório da Biblioteca Municipal da Nazaré, a partir das 10h00, uma sessão informativa sobre o “Wave Rider”, um projeto da Maretec, destinado a criar uma indústria próspera que irá ajudar a reduzir as causas das alterações climáticas e criar empregos a longo prazo, enquanto protege o ambiente costeiro e marinho.

Entre os convidados presentes na sessão estarão o Presidente da Câmara Municipal da Nazaré e de Peniche, as Autoridades Marítimas da Nazaré e de Peniche, os responsáveis da Zona Piloto para o aproveitamento das energias marinhas, a coordenadora do projeto a nível Europeu, o responsável do projeto a nível nacional e os responsáveis pela instalação e missão do dispositivo.

Depois da apresentação será feita a demonstração do dispositivo, que decorrerá no Porto de Abrigo da Nazaré, por volta das 12H30.A sessão será acompanhada de um cocktail.

O dispositivo Wave Glider, movido a energia das ondas e pilotado remotamente, tem por missão recolher dados sobre as ondas, correntes, condições atmosféricas e presença de aves e mamíferos marinhos, será lançado ao mar, no sábado, dia 28, às 12h00, no Porto de Abrigo.

O Wave Glider fará trajetos na zona costeira da Nazaré, Peniche e São Pedro de Moel em zonas com potencial para a implementação de projetos de energia renovável marinha. Esta ação enquadra-se no projecto Europeu sobre o estudo das Energias Renováveis Marinhas de nome Turnkey no qual é parceiro o MARETEC, um grupo de investigação do Instituto Superior Técnico. O dispositivo irá fazer observações até ao início do mês de Maio.
Ler mais/Fonte: cm-nazare.pt

 

Estaleiro da Sustentabilidade é uma das atrações culturais da Volvo Ocean Race em Santa Catarina

Estaleiro da Sustentabilidade é uma das atrações culturais da Volvo Ocean Race em Santa CatarinaDe 3 a 19 de abril crianças e jovens participarão de oficinas, workshops e da formação de líderes sustentáveis na Vila da Regata do Itajaí Stopover. Amyr Klink e Izabel Pimentel são alguns nomes já confirmados dentro do programa. Estaleiro, embarcadouro, alto mar, deriva, tormenta e volta ao mundo. Através de metáforas ligadas ao mundo da navegação serão ministradas oficinas, workshops e formações de líderes sustentáveis a crianças e jovens que passarem pela Vila da Regata do Itajaí Stopover – parada brasileira da 12ª Volvo Ocean Race – durante o período de 3 a 19 de abril. O projeto chamado de “Estaleiro da Sustentabilidade” deve receber mais de 3 mil pessoas e é desenvolvido pela Agência Brasileira de Inovação e Sustentabilidade (ABIS) em parceria com a Quíron Educação.

O Estaleiro da Sustentabilidade está a ser montado nos antigos contentores de transportes marítimos que já tiveram sua vida útil esgotada. O ambiente interno será composto por mesas feitas com catracas; a iluminação escolhida é a fria devido à economia de luz e os lustres são de material ecológico. “Trazer o nosso projeto para dentro da Volvo Ocean Race é uma grande conquista. Acreditamos que as características de um velejador estão ligadas a de um líder sustentável entre elas: inovar e criar dentro das dificuldades, lidar com as incertezas, gerir recursos e pessoas e, principalmente, ser ético e responsável”, explica o diretor de inovação e estratégia de negócios da ABIS Daniel Isfer Zardo. A partir dessas semelhanças foram desenvolvidos os projetos para crianças e jovens. Conheça a seguir a programação desenvolvida:

Oficinas para crianças de 4 a 12 anos serão abertas ao público - As oficinas para as crianças serão de curta duração, mas com mensagens impactantes. De 30 a 45 minutos, os pequenos farão a “Volta ao Mundo” onde será apresentada a realidade do mundo atual e projeções do que pode acontecer caso não ocorra uma mudança de atitude. A partir disso, elas serão desafiadas a encontrar soluções práticas para a resolução desses problemas e maneiras de incorporá-las ao quotidiano. As atividades serão realizadas através de histórias e muitas brincadeiras interativas. “As crianças são a base para a mudança de comportamento da sociedade. Através do trabalho desenvolvido é possível formar cidadãos mais conscientes, capazes de se preocuparem não apenas com si mesmos, mas com todo o entorno”, explica Zardo. As oficinas serão realizadas de segunda a sexta-feira das 14 às 17 horas. E nos finais de semana em horários alternados com os workshops.

Formação de jovens líderes sustentáveis - Ao contrário do trabalho desenvolvido com as crianças, o processo de formação de jovens líderes sustentáveis será restrito. Estão em processo de seleção 50 jovens de 15 a 21 anos das cidades de Itajaí, Navegantes, Balneário Camboriú e Camboriú que já atuam em organizações locais focadas em trabalhos voltados à comunidade. “Nosso objetivo é transformar a vida dos jovens, e para isso fazemos um processo de seleção bastante criterioso para identificação de possíveis talentos. Isso se faz necessário porque nosso processo é seleto e focado no desenvolvimento de habilidades e competências humanas capazes de criar líderes sustentáveis independentemente da área de atuação”, destaca Zardo. Para a etapa da Volvo Ocean Race serão mais de 50 horas de trabalho, de segunda a sexta-feira, das 18 às 21 horas.
Ler mais/Fonte: nauticapress.com

 

 

Produtos

banner_facebook_web