Autenticação






Abril 2018

Concurso para construção dos acessos rodoviários ao Porto de Viana Castelo lançado até Junho

Concurso para construção dos acessos rodoviários ao Porto de Viana Castelo lançado até JunhoNo passado dia 21 de Março, a Ministra do Mar anunciou, durante a cerimónia de atribuição da Bandeira Azul à escola secundária de Santa Maria Maior (Viana do Castelo), o lançamento do concurso público com vista à construção dos acessos rodoviários ao porto de mar de Viana do Castelo até Junho e o início da obra em 2019.

«No acesso rodoviário estamos a fazer toda a pressão para que possa ser lançado o concurso antes do final do primeiro semestre deste ano», declarou Ana Paula Vitorino, estimando, também, que «o mais tardar», o lançamento do procedimento da empreitada de aprofundamento do canal de navegação de acesso aos estaleiros da WestSea, concessionária dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) deverá acontecer em Junho.

A rodovia (com 8,8 quilómetros de extensão) fará a conexão com o porto comercial ao nó da A28, em São Romão de Neiva, possibilitando a retirada do tráfego de pesados do interior das vias urbanas. «Declarei a utilidade pública dos terrenos e, portanto, a tomada de posse administrativa está praticamente a acontecer. Assim que for tomada a posse administrativa, pode ser lançado o concurso», revelou a ministra.

Segundo Ana Paula Vitorino, chegou já à Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) um pedido para que a «elaboração do caderno de encargo e o programa do concurso público» possa «avançar já». «Aquilo que está protocolado com a Câmara de Viana do Castelo é que será a Câmara a lançar o concurso ainda que a maioria do financiamento seja da APDL», disse, acrescentando que o desejo é o de «antecipar, o mais depressa possível, o concurso para que, no próximo ano, possa haver obra».

Parte do dossier da estratégia para o aumento da competitividade portuária, o investimento nos acessos ronda os 9,5 milhões de euros, suportados pela APDL e pela Câmara de Viana do Castelo. No que toca ao aprofundamento do canal de navegação, a empreitada custará cerca de 15 milhões de euros, suportado pela WestSea, e possibilitará o aumento para mais do dobro do número de navios a utilizar, no futuro, esta indústria naval.
Ler mais/Fonte: revistacargo.pt

 

UCC da GNR apreende meia tonelada de ouriços do mar a dois pescadores espanhóis

UCC da GNR apreende meia tonelada de ouriços do mar a dois pescadores espanhóisA Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR, através do destacamento de Matosinhos, apreendeu 502 quilos de ouriços do mar em Viana do Castelo. A operação decorreu ontem, no âmbito de uma fiscalização que tinha como alvo a pesca ilegal. Segundo nota da UCC da GNR, foram identificados indivíduos espanhóis.

«Não possuíam documentação exigida para transporte deste tipo de pescado, designadamente o documento de registo de molúsculos bivalves, equinodermes, tunicados e gastrópedes marinhos, pelo que foi levantado um auto de contraordenação», referiu a GNR.

A avaliação total do produto apreendido ascende aos 2.500 euros e tinha como destino o mercado galego. «Os ouriços do mar foram devolvidos ao seu habitat natural», referiu a GNR.

As autoridades recordam que o exercício da atividade de apanha está sujeito a licenciamento, a requerer anualmente à Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, através de formulário próprio. Existem ainda limitações diárias de quantidades permitidas, por cada indivíduo, de apanha, que no caso desta espécie marinha são 50 quilos.
Ler mais/Fonte: diariodominho.pt

 

A primeira viagem do maior navio de cruzeiro do mundo

A primeira viagem do maior navio de cruzeiro do mundoCentenas de pessoas acompanharam neste sábado (24/06) o início da primeira viagem do maior navio de cruzeiro do mundo. O Symphony of the Seas partiu do porto francês Saint-Nazaire pela manhã com destino à cidade espanhola Málaga. Sua viagem inaugural e sua primeira temporada será pelo Mar Mediterrâneo. No outono, o navio seguirá para o porto de Miami.

Pesando 228 mil toneladas, o Symphony of the Seas tem 362 metros de comprimento, apenas 20 metros a menos do que o edifício Empire State, em Nova York. Com 2,7 mil cabines, ele pode acomodar 8 mil pessoas, entre elas 2,2 mil tripulantes.

Essa cidade flutuante possui ainda um teatro, uma pista de gelo, um parque aquático, um jardim inspirado no Central Park de Nova York, uma quadra de basquete em tamanho real e um simulador de surfe. O Symphony of the Seas é ligeiramente maior do que o Harmony of the Seas, porém, é mais rápido e silencioso do que o navio de cruzeiro que até então era o maior do mundo.

onstruído ao longo de dois anos pelo estaleiro francês STX, o Symphony of the Seas foi comprado por 1 bilhão de euros pela empresa americana de cruzeiros Royal Caribbean. Ele foi o 13º navio fabricado pela STX para a companhia dos EUA.
Ler mais/Fonte: dw.com

 

 

Produtos

banner_facebook_web