Autenticação






Novembro 2010

Cães de guerra no corpo de fuzileiros

cino mocambiqueNo Teatro de Operações de Moçambique, durante a Guerra Colonial, em virtude da profusão de minas A/C e A/P colocadas nas zonas de actividade da FRELIMO, foram utilizados Cães de Guerra pelos Fuzileiros, adquiridos à África do Sul e empregues essencialmente por pessoal especializado em "pisteiro de combate".

O desiderato era recorrer às várias capacidades dos animais como o olfacto, o ouvido, a melhor visão à noite, maior mobilidade e velocidade, colaborando de modo profícuo na detecção de minas, armadilhas e emboscadas.

A título de exemplo, durante a comissão de serviço em Moçambique da Companhia de Fuzileiros n.º 8, no período de 1965/1968, foram usados Cães de Guerra na patrulha da Estação Radionaval de Lourenço Marques (actual Maputo), no Aquartelamento dos Fuzileiros em Machava, nas patrulhas pela cidade da Polícia Naval e em Paradas Militares.

Eram cerca de 8 a 10 Pastores Alemães cada um com o seu respectivo canil individual, sendo que as instalações eram dotadas de um óptimo campo de treino/obstáculos para ensino e manutenção.

A título de curiosidade, o Estado na época garantia para alimentação dum cão uma quantia superior à da abonada a uma Praça!
Ler mais/Fonte:barcoavista.blogspot.com

 

Porto de Lisboa

Porto de LisboaO porto de Lisboa movimentou mais de um milhão de toneladas durante o mês de setembro, o que representa um crescimento de 5,5%, relativamente a igual período do ano passado. A carga contentorizada foi a principal responsável pelo aumento das quantidades movimentadas no mês de setembro, com um incremento de 9,2%. Também a carga fracionada e a carga Ro-Ro registaram crescimentos assinaláveis.

No que diz respeito à movimentação de contentores, é de salientar o crescimento registado no número de teu (mais 6,4%) e no número de contentores (mais 6,7%). Para tal, muito contribuiu o crescimento registado pelo Terminal de Contentores de Alcântara, com mais 15,5% no número de teu, e mais 20,5% no número de contentores. De referir que a carga fracionada registou um crescimento de mais 37,4%, bem como a carga Ro-Ro, com mais 41,5%, comparativamente com setembro do ano passado.

Em termos acumulados, comparando com igual período de 2009, o porto de Lisboa regista um crescimento de mais três por cento no total de mercadorias, o que representa mais de 9.000.000 toneladas movimentadas entre janeiro e setembro. O crescimento registado em setembro reforça a previsão de um ano de 2010 com crescimento do volume de mercadorias movimentadas no porto da capital.

Ler mais/Fonte: Cargo News joseantoniomodesto.blogspot.com

 

Tridente

Tridente Chegada do submarino NRP Tridente à Base Naval do AlfeiteA classe «Tridente», é a versão para a marinha portuguesa do submarino alemão, modelo U-214. Inicialmente conhecido como modelo U-209PN, este tipo de submarino, partilha todas as suas características com os submarinos do tipo U-214, pouco tendo a ver com a mais antiga série U-209. A razão da referência ao U-209PN é explicada na matéria sobre as diferenças entre U214/212/209. Os U209PN, classe Tridente vão dispor da última geração de células de combustível para o sistema de propulsão independente e serão em teoria, os mais silenciosos submarinos convencionais do mundo, embora algumas dúvidas quanto a esse silêncio estejam ainda por esclarecer, resultado da até agora falhada entrega dos submarinos U-214 gregos.

O sistema de propulsão independente AIP da HDW por células de combustível, é por muitos considerado superior ao sistema AIP dos submarinos franceses SCORPENE que também foram analisados pela marinha portuguesa. Estes últimos utilizavam um sistema de propulsão AIP de turbina a vapor em circuito fechado, que é mais ruidoso, mais pesado (implicando maiores dimensões) e menos flexível. Quando forem entregues, os dois submarinos da classe Tridente, serão os mais modernos e sofisticados submarinos convencionais europeus. O projecto do Tridente / U-214 resulta da fusão das características oceânicas dos U-209 mais antigos, com um casco mais resistente com as características hidrodinâmicas, sistemas mais modernos de propulsão e electrónica derivados do modelo de submarino alemão U-212.

Por sua vez, o U-212, de que deriva o U-214 no que respeita a sistemas, linhas exteriores e electrónica, foi desenhado para a marinha alemã, que opera essencialmente no mar do norte e no mar báltico, por isso, não tem nem a mesma autonomia, nem a mesma capacidade de mergulho, nem pode disparar mísseis dos seus tubos.
Ler mais/Fonte: salvador-nautico.blogspot.com

 

Vouga Laura - a trabalhar no convés

conves do vouga lauraOs trabalhos no convés já tinham iniciado na semana anterior com a pintura da parte interior com resina epoxi...Agora foi a vez de o aplicar... com resina epoxi, alguma paciência e 180 tachas de latão, todas simetricamente aplicadas na tentativa de disfarçar o inevitável...a "cabeçorra" daquelas tachas de latão...e ainda por cima não são nada baratinhas...

Aqui seguem algumas fotografias do trabalho realizado ontem...com o meu pai a dar os últimos retoques na ligação entre as partes do convés...
Ler mais/Fonte: barcosecompanhia.blogspot.com

Produtos

banner_facebook_web